HORROR FUCKING TAG

Resultado de imagem para roberto carlos
Eu volteeeiiiiii kkkkkkk

Gente, depois de um longo período em que de tudo um pouco aconteceu na minha vida, eu voltei ( agora pra ficar, porque aqui é o meu lugar). E, como é outubro, lembram qual é a tradição do LA nessa época do ano, né? Especial Mês do Terror! Para abrir com chave de ouro, vamos de tag superlegal que eu vi no blog Lua literária (http://lua-literaria.blogspot.com.br/), baseada em personagens famosos de filmes de terror:

  1. Freddy Kruegger: um livro que te tirou o sono:

tag-terror1

A Outra volta do parafuso, de Henry James. O terror que se infiltra aos poucos na trama faz você tremer.

  1. Hannibal Lecter: um livro que você devorou:

terror-tag2

Um que eu li rapidinho foi A Casa das Marés, de Jojo Moyes.

  1. Chucky: um livro pequeno com uma grande história:

tag-terror3

A Metamorfose, Franz Kafka.

  1. Frankenstein: um livro de capa feia:

tag-terror4

Não gosto da capa brasileira de Como eu era antes de você (Jojo Moyes)

  1. Esther Coleman: um livro que te surpreendeu

tag-terror5

Revolução dos Bichos, de George Orwell, pelo caráter de fábula moderna e extremamente interessante.

  1. Samara Morgan: um livro que te deixou no fundo do poço:

tag-terror

O Retorno do Rei, a terceira parte de O Senhor dos Anéis ( J.R.R.Tolkien). Batalhas monstruosas e desenlaces épicos…

  1. Annie Wilkes: um final que você não aceitou e gostaria de mudar:

tag-terror6

O velho e o mar, de Ernest Hemingway. POR QUE O VELHINHO NÃO PESCOU AQUELE PEIXE?!

  1. Drácula: um livro em forma de diário ou cartas

tag-terror8

Acho que o livro neste formato que eu me lembre de ter lido foi Papai Pernilongo, de Jean Webster

  1. Pennywise: um livro em que o vilão atua de várias formas ou o personagem não é o que aparenta:

tag-terror7

No livro O Oceano no Fim do Caminho, de Neil Gaiman, o protagonista faz amizade com vizinhas que de pacatas só têm a aparência e a vilã da história é uma entidade que toma forma de uma mulher, Ursula Monkton.

  1. Norman: um personagem que tenha a mãe superprotetora; ou uma mãe superprotetora:

tag-terror9

Minha Última Duquesa, de Daisy Goodwin. A mãe da protagonista é uma mulher ambiciosa e que asfixia a filha do tanto que pega no pé dela para que ela seja sempre o centro das atenções.

  1. Jason: um personagem revoltado ou um vilão que tenha princípios religiosos:

taag-terror10

Vilão religioso eu lembro logo de Eddie Brock, que é atacado pelo simbionte alienígena justamente na igreja quando estava rezando e se torna o terrível Venom, vilão do Homem-Aranha.

Olimpíadas Book Tag

Oi, gente!

Pensando no clima que toma conta do nosso país, em que neste mês sediamos o evento esportivo mais importante do mundo, vou fazer aqui no LA esta tag que achei supercriativa e vi no blog Meu Amor pelos Livros ( https://www.youtube.com/watch?v=i257ygpG4gA). 

Cerimônia de abertura: o primeiro livro que você leu

NA_TERRA_DAS_ONCAS_1337745178B

Acho que o livro que me abriu o mundo da leitura foi Na terra das onças, de Lúcia Pimentel Góes. Eu tinha 9 anos e o achei em meio às coisas da minha mãe, que ensinava crianças naquela época; lembro, inclusive, que eu escrevi minha primeira história baseando-me nesse livrinho!

País sede ( Brasil): seu livro de literatura nacional favorito

 

Ah, gente,  a literatura brasileira é até meu instrumento de trabalho, né ( para que não sabe, sou professora de gramática, literatura e redação). Não tenho um só preferido, mas vou citar um aqui que eu li umas três vezes e adoro: Ana Terra, que faz parte da saga O Tempo e o vento, de Erico Veríssimo.

Seleção Masculina: seu personagem masculino favorito

Vou ser bem clichezona, mas eu adoro o Mr. Darcy, de Orgulho e Preconceito. Acho que ele não é um cara de personalidade previsível, ele possui camadas interessantes que valeram a pena de serem descobertas.

Seleção Feminina: sua personagem feminina favorita

Hermione Granger! Há outras de quem eu gosto demais, como a Luna Lovegood ( também de Harry Potter), a própria Ana Terra que citei, mas a Mione ganha porque eu me identifiquei com ela logo de cara, com sua dedicação e nerdice escolar ( eu era a Hermione da minha turma), sua lealdade aos amigos, algumas atitudes racionais e protetoras que ela tem eu também teria… por isso, ela é muito significativa para mim.

Delegação Estrangeira: seu livro favorito de literatura internacional

Inverno do Mundo

Bom, vou citar um só livro dentre tantos que eu adoro ( aliás, eu não separo livro entre estas categorias de nacional e internacional, se eu curti não importa se ele tem um conteúdo que se passe no sertão nordestino, nas estepes russas ou em Nova York). Gosto muito de Inverno no Mundo, do Ken Follett. A trama ocorre em meio à Segunda Guerra Mundial, com foco variando entre a Europa  e o EUA.

Maratona: um livro por causa de um desafio literário

Capa O Iluminado_SUMA_Nova.indd

Bom, eu procuro NÃO participar de maratonas ou coisas assim porque eu conheço meu ritmo, mas todo mês de outubro leio histórias com temática dark porque é o mês do terror, então, vou citar um livro que me hipnotizou ano passado: O Iluminado, de Stephen King.

Medalha de ouro: um livro que foi excepcional:

O Vermelho e o Negro, de Stendhal. Sério, que livro fabuloso! Um clássico perfeito, que fala sobre imprudência, arrogância, vontade de poder e ainda consegue ser deliciosamente divertido. Adorei!

Medalha de prata: um livro que foi quase excepcional:

 

 

 

Como eu era antes de você, da Jojo Moyes. A história é inesquecível, os personagens são ótimos, mas têm alguns momentos da narrativa em que eu acho que ela poderia ser mais objetiva.

Medalha de bronze: um livro que merece ser lembrado

 

O cão dos Baskerville, de Arthur Conan Doyle. Li este livro com uma aluna para quem dava aula particular e lembro que, apesar de ser uma história bem clássica de Sherlock Holmes, nós ainda levamos alguns sustos.

Tocha olímpica: um livro que fez seus olhos ficarem ardendo

Ah, quase todos os livros aos quais eu me apego me dão essa voracidade de ler até sentir a vista doer. Porém, acho que nenhum bateu o recorde de Harry Potter e a Câmara Secreta: nas duas vezes que o li, levei apenas um sábado e um domingo!

Cerimônia de encerramento: um livro que você está lendo no momento

Atualmente, Reparação, de Ian McEwan, que, aliás, há muito tempo eu queria ler e agora estou realizando este desejo!

 

 

 

Projeto Essential Book: a essência do meu personagem masculino favorito

Helloooooooo

Como foram as férias? Boas? Repararam que eu também entrei de férias aqui, né? Como estava precisando realmente recarregar as baterias, ter descanso era preciso, mas agora, vamos voltar ao batente!

No desafio do mês de julho do Essential Book, teríamos que retratar a essência do personagem masculino favorito. Depois de muito pensar, percebi que não era nenhum galã de algum livro que li, mas um sábio: Albus Dumbledore. Figura rica e enigmática, ás vezes controverso, mas, com certeza, um dos personagens mais complexos e cheios de camadas que J.K. Rowling #RAINHA criou.

dumbledore.jpg
Este desenho que fiz foi uma tentativa de retratá-lo rsrsrsrs

Como Dumbledore, dentro do contexto da saga Harry Potter, serve como o mentor do herói, a ele couberam algumas das melhores citações de todos os livros, e eu vou mostrar algumas das quais mais gosto:

quote 1quote 2quote 3quote 4

Dicas para o ENEM – Linguagens!

ENEM

Oi, pessoal! -Estamos estreando uma nova sessão no LA, Dicas ENEM, em que sempre vou colocar coisas bacanas sobre Linguagens para quem está se preparando para o exame mais concorrido pro Brasil ( aliás,  neste ano o ENEM será nos dias 5 e 6 de novembro, hein?). A dica de hoje é sobre a escola barroca, um movimento artístico e cultural que ocorreu nos séculos XVI e XVII, e influenciou a literatura, a pintura, escultura, arquitetura e a música. Aqui no Brasil, caracteriza-se por ter sido a primeira escola que realmente tem obras de valor artístico genuinamente brasileiras, como os sermões do Padre Antônio Vieira e os poemas de Gregório de Matos. Uma dica de leitura para você entender melhor este período é o livro Boca do Inferno, de Ana Miranda, olha só:
Boca-do-inferno_ Ana MirandaBoca do Inferno é um romance que tenta mostrar uma terra marcada pela libertinagem, corrupção e luta pelo poder. Ana Miranda usa no livro diversas palavras e expressões tidas como chulas, com tom de critica à sociedade, que fazem referência a sátira de Gregório de Matos, um poeta do século XVII conhecido pelo apelido Boca do Inferno ou Boca de Brasa que fazia criticas ferrenhas a sociedade baiana da época. Ele faz parte da obra como um dos personagens. ( http://www.coladaweb.com/resumos/boca-do-inferno)

Abaixo, um infográfico que preparei para você saber o essencial sobre o Barroco:

barroco

Essential Book – Abril

essential book

Olá, olha aí, a blogueira que some porque a rotina de vez em quando a suga para a (chata) dimensão dos afazeres de gente adulta voltou! Hehehe

Como todos que acompanham o blog sabem, o Livro Arbítrio faz parte de uma grupo de blogs delicinhas demais que participam do Essential Book, cujo objetivo é postar fotos todo mês de acordo com uma temática proposta. A de abril é  “a essência da capa favorita”. Há capas de livros que acho belíssimas, mas há uma, em especial, que desde que foi divulgada me fez babar por ela: é a do livro “O oceano no fim do caminho”,  de Neil Gaiman.

O Oceano no fim do caminho
Editora Intrínseca 205 págs

Gosto muito do profundo tom de azul, que é a minha cor favorita, então, decidi mostrar para vocês algumas coisas que eu tenho que denotam o quanto azul é especial para mim:

 

20160421_172455
Porta-moedas azul
20160421_172611-1
Duas coisas que amo num caderno: capa azul e do Ursinhho Pooh
20160421_172802
Roupa azul, lógico!
20160421_172921
Tênis com azul também!
20160421_173057
Pasta azul, régua azul, envelope azul… rsrs
20160421_172400
Caixinha de maquiagem e necessaire- azuis.

Espero que tenham gostado 😀