Resenha de Depois de Você

depois de você

Então, eu li a continuação de Como eu era antes de você e, devo admitir, se continuar neste ritmo vou ficar uma especialista nas obras de Jojo Moyes, que já é uma das minhas escritoras favoritas. Como o livro anterior não era para fazer parte de uma saga ou coisa como eu era antes de vcparecida, achei interessante a forma como ela soube retomar o fio da meada e nos contar o que, afinal de contas, houve com Louisa Clark após a morte de Will.

Pois bem, um pouco disso a gente até sabe no livro anterior mesmo: ele deixa uma boa grana para ela, que viaja para Paris e tenta viver as aventuras que Will a fez prometer que viveria. Só que há um grande problema: ela o amava de verdade, e entra em depressão ao ter que lidar com o luto.

depois de vocÊ livro

 

De volta à Inglaterra, ela compra um apartamento e sua vida está numa pior ( como, por exemplo, seu emprego é horrível e ela não tem motivação nenhuma para viver). Daí, um dia, ela está andando no terraço do prédio, ouve um barulho, se assusta, cai e quase morre.

Lou enfrenta muitos problemas decorrentes deste evento: além das cirurgias, de ser obrigada pelo pai a participar de um grupo de ajuda para lidar com o luto, ela se envolve com Sam, o paramédico que a atende, e acaba conhecendo Lily, uma adolescente superproblemática que aparece de mala e cuia na sua casa dizendo-se filha  de Will.

Esta foi a parte que eu não curti no livro: Lily é uma garota rebelde, com muitos problemas com os pais e chata. Tudo bem que lá para frente você até entende o que de fato houve com ela, mas a garota é arrogante, folgada e NINGUÉM LEMBRA DE FAZER UM EXAME DE DNA, MEU POVO?! Depois fica plausível que ela era filha do Will, a mãe dela confirma, mas, gente… isso realmente me incomodou.

Lou tristeLou, até mais da metade do livro, continua tentando se encontrar e lidar com novas demandas na sua vida sem surtar. O grupo de apoio do qual faz parte tem momentos hilários (como o velhinho que perdeu a esposa e diz que está atrás de uma nova mulher na internet), mas é interessante ver que a família louca, divertidíssima e cheia de problemas dela também está evoluindo. Jojo tirou os Clark da zona de conforto: Treena está estudando e sendo mãe solteira e a mãe delas se tona feminista, estudando, se informando e questionando o arranjo patriarcal no qual vive, o que é muito legal.

O que eu analiso do livro é que eu não esperava o que ele me trouxe, mas a escritora sabe como lidar com os aspectos agridoces da vida de uma forma muito envolvente. Os personagens sofrem, amam, entram em parafuso, e você se reconhece ali como um deles, porque são humanos. Há uma certa falta de objetividade ali mais ou menos no meio, mas depois a narrativa deslancha em eventos interessantes que garantem a nossa leitura rapidinho até o final. Eu gostei muito, e pode vir mais Jojo Moyes na minha vida!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s