Resenha de O Iluminado – Especial Mês do Terror – Ano 2!

Olá!

Capa O Iluminado_SUMA_Nova.inddMais um especial Mês do Terror chegando e a abertura vai ser em grande estilo! Quem melhor para tacar o pé na porta e decretar as leituras mais sobrenaturais e de botar medo que Stephen King?

Há algum tempo estava planejando ler algo do autor e me decidi por O Iluminado. Já tinha visto o filme homônimo de Stanley Kubrick e confesso que ele me fascinava ao mesmo tempo que assustava. Comprei o livro e aguardei o mês de outubro para que a resenha dele saísse no Especial, e devo dizer: que livro INCRÍVEL! Como eu nunca tinha lido o King antes, meu Deus?!  O Iluminado3

Já vou logo avisando: o livro é bem diferente do filme. Claro que, por ser uma obra superconhecida, cult ( e por ser impossível imaginar outro Jack Torrance mais medonho que o feito por Jack Nicholson), as imagens dele acabam interferindo na leitura, na hora de imaginar os detalhes dos locais e dos personagens, mas a verdade é que ambas as formas, livro e filme, contam a mesma história, só que de forma distinta.

No livro, vemos Jack Torrance sendo contratado para tornar-se o zelador do hotel Overlook durante o inverno. O emprego exige que ele cuide da propriedade na época mais inóspita, em que a neve cai ininterruptamente e o hotel fecha. Jack é um homem cheio de problemas e de personalidade complexa, um tanto quanto perturbada pelos problemas com alcoolismo, que o fizeram perder a cabeça várias vezes e pôr em xeque a estabilidade financeira e emocional da O Iluminado4sua família.

Ele é pai do iluminado do título, o pequeno Danny, de 5 anos. O menino tem um poder raríssimo, em que sua iluminação o permite ler pensamentos, sentir coisas de forma paranormal e até de adivinhar eventos futuros. Ele possui uma espécie de amigo imaginário, Tony, que o alerta através de visões sinistras que eles não devem ir para o hotel, que lá coisas ruins irão acontecer, inclusive o ataque de algo denominado REDRUM.

O Iluminado5Mas, como Jack está lutando contra o alcoolismo, tentando salvar seu casamento e ainda acabar uma peça teatral que poderá recolocá-lo no caminho da literatura (ele tem pretensões de ser um escritor reconhecido), os três, Jack, Danny e a mãe do menino e esposa de Jack, Wendy, partem rumo às montanhas mais íngremes do Colorado, onde ficaram por meses trancados no Overlook desafiados pela fúria invernal.

Lá chegando, visitando e conhecendo cada trecho do hotel, eles são recepcionados por Dick Hallorann, o cozinheiro, que sente de cara toda a força da iluminação do garotinho, pois ele também é um iluminado, mas em menor grau. Sentindo que algo pode vir a acontecer com Danny e seus pais devido à aura que envolve o hotel, Dick se oferece para ajudar quando eles precisarem.

O Overlook possui segredos, coisas que ainda estão impregnadas em suas paredes, mortes, O Iluminado6traições, orgias, coisas tais que nunca morreram e que parecem desejar a força de Danny para tomarem mais corpo ainda. Jack começa a ler um álbum que acha no porão e deixa-se ficar fascinado pela história do hotel. Personalidades que lá passaram desde o início do século XX ( a trama se passa no fim dos anos 70); os crimes de gângsters, as festas de arromba como a que houve no fim da Segunda Guerra Mundial. Esta festa, um baile de máscaras em que King faz uma intertextualidade excelente com o conto A Máscara da Morte Rubra, de Edgar Alan Poe, persegue os personagens do meio para o fim do livro. Há ainda outros eventos horripilantes, que amedrontam o pequeno Danny ( e você, leitor), como o mistério do quarto 217 ( que no filme é 237) e deixam o pai dele cada vez mais hipnotizado. O hotel deseja o menino e Jack vai enlouquecendo pouco a pouco, assim como o antigo zelador que matou a mulher, as filhas ( no filme, são as meninas vestidas de azul que surgem do nada apavorando Danny) e a si mesmo.

Stephen King vai construindo o enredo com maestria; a tensão cresce e você simplesmente não consegue largar o livro. Muitas vezes ele é prolixo e existem passagens que eu consideraria até dispensáveis, mas o resultado final é ótimo. O Iluminado é um dos melhores do seu gênero por ser assustador e fascinante em doses iguais. Aliás, você sabia que o escritor não gosta do filme de Kubrick? O diretor tomou várias liberdades em relação à obra, modificando o final, por exemplo, mas ambos são grandes obras sobre o menino iluminado, seu pai que se torna paulatinamente um psicótico e um hotel dominado por forças do mal.

  • Insatisfeito com o filme, em 1997 King participou de uma produção que adaptou O Iluminado em forma de série, mas eu, pessoalmente, achei bem ruinzinha rsrs.
  • Doutor Sono, lançado ano passado, é a história de Danny adulto tendo que ajudar uma garota iluminada; já quero ler demais!
Anúncios

7 comentários sobre “Resenha de O Iluminado – Especial Mês do Terror – Ano 2!

  1. Oie!

    Bem, passo ~muito~ longe de histórias de terror, então, nunca li nada do King. A única adaptação que vi foi A Janela Secreta, que nem é exatamente de terror. Mas, esses dias, eu li uma resenha do livro Misery e gostei muito (pois é mais suspense), espero ler. Nunca me interessei pelo O Iluminado e creio que nunca irei. Mas gostei da sua resenha, foi bastante descritiva.

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    Curtir

  2. Ai caramba… só vc mesma pra me fazer ler resenha de livro de terror… 😛
    Dizem que “O iluminado” é um dos melhores livros do King! Ainda não li nada dele, mas acho que vou partir para os que não são de terror primeiro… mas por enquanto, tô de boas.
    Sua resenha foi a melhor que li do livro até agora, entendi perfeitamente do que trata a história! 😀
    Beijoooo, Karla!
    Nati

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s