Leitura & Carnaval!

é carnaval o país do carnaval

Olá! Se você, assim como eu, aproveita o carnaval para descansar e não cair desembestadamente na folia, ler deve ser uma das coisas que você mais curte nesta época, né?

Estava aqui pensando em histórias da nossa literatura que tivessem como o tema o carnaval, e olha, encontrei umas bem interessantes!

De longe, o autor que mais deu destaque à festa mais popular do país foi Jorge Amado. Seu primeiro livro se chama O País do Carnaval, em que um brasileiro, após muito tempo morando no exterior, dá de cara com todo o jeito nosso de ser e não, isso não é um elogio. Há muito de crítica sobre o que a gente também pode entender com “tudo nesse país vira carnaval”. Jorge sempre destaca a festividade em seus outros livros, mas uma vez que considero marcante acontece em Dona Flor e seus dois maridos, em que, bem no início da história, o irreverente Vadinho morre vestido de baiana em plena folia. O escritor, muito conhecido como romancista, escreveu poucos contos, mas um dos melhores deles é justamente um que traz o carnaval como temática: História de Carnaval, em que a protagonista precisa escolher entre acatar o ciúme do namorado ou se divertir livremente na festa de blocos.

DSC_0001

“Vadinho o primeiro marido de dona flor, morreu num domingo de carnaval, quando, fantasiado de baiana, sambava num bloco, na maior animação, no Largo Dois de Julho, não longe de sua casa.”

Continuando a minha pesquisa, encontrei outros contos muito legais sobre o mesmo tema, e se você quiser lê-los, vou deixar link! Um deles, o mais “sobrenatural”, é O bebê de tartalatana Rosa, de João do Rio. Um homem conta a seus

amigos uma aventura de carnaval que é particularmente sinistra   (http://www.gargantadaserpente.com/coral/contos/jr_bebe.shtml). De Aníbal Machado, o conto A morte da porta-estandarte traz uma rica descrição do carnaval carioca de outros tempos, e no qual  o ciúme falou mais alto que a festa. ( http://manoelneves.com/2009/06/19/a-morte-da-porta-estandarte-de-anibal-machado/#.VN-qc_nF9id). A perda restos decontrastando com tudo o que o Carnaval representa também aparece nos contos Restos de Carnaval, em que uma pequena Clarice Lispector desde cedo já sabe que a alegria não dura para sempre, ou pode ser interrompida a qualquer instante ( http://revistaescola.abril.com.br/fundamental-2/restos-carnaval-clarice-lispector-634375.shtml), e no conto Antes do Baile Verde, de Lygia Fagundes Telles, em que a morte de alguém querido e a expectativa pelo baile de carnaval ocupam o mesmo momento ( http://manoelneves.com/2009/05/12/antes-do-baile-verde-lygia-fagundes-telles/#.VN-vOfnF9id).

antes_baileverde

Ah, e, atendendo ao chamado da minha querida Nati Hennemann, do blog Redemunhando ( https://redemunhando.wordpress.com/), vou participar de uma maratona literária, e já escolhi um livro para começar, a leitura de um conto e de um quadrinho, e o resultado eu divulgarei na quarta-feira de cinzas!

Boa festa, animação e zoeira para quem gosta, responsabilidade aí para nada sair errado e bom descanso para quem só quer ficar de boa!

Anúncios

9 comentários sobre “Leitura & Carnaval!

  1. Obaaaa Karla, amei que vc está participando da maratona! Decidi meio que de última hora, e resolvi gravar uns vídeos pra registrar.
    Vamos ver no que dá essas leituras todas! 😀
    Beijos!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s